quinta-feira, 14 de março de 2013

Partindo.

E vem o dia quando acordo.
E junto vem as magoas de um sonho durante a noite.
E vem a tristeza que abraça a alma,e apenas o vento nessa hora me acalma.
E a frieza me abraça forte,quando estou longe de tudo.
E no meu quarto sinto o cheiro da solidão purpúrea em um vidro.
E o coração desaba no choro de uma ilusão.
Tudo está tao ausente agora.
Tanto vazio numa alma.
Me sinto morrendo a cada segundo,sim,a morte vem vindo.
A dor vai me consumindo.
A triste criança vai se despedindo.
Nem o amor restará para se tornar uma memoria.
Nem uma foto será o suficiente para provar que existi.
E é por cada segundo que lamentando...
Vou desistindo.

2 comentários:

  1. =] muito boas suas poesias, tem um estilo próprio
    me add no facebook: Crystian Ozera

    ResponderExcluir

Comente: